Teste de velocidade da INTERNET online

Meça a velocidade da Internet para baixar e enviar


A velocidade da Internet em um teste de velocidade é medida em megabits por segundo (Mbps), em que um megabit é igual a 1.024 kilobits. Por exemplo, uma Internet de banda larga é medida por download de pelo menos 768 Kbps e velocidades de upload de pelo menos 200 Kbps.

Os fatores que podem alterar a velocidade da conexão da sua internet são:
  • Vários usuários conectados na mesma rede.
  • Local com pouca cobertura e sinal (locais fechados, montanhas, entre outros).
  • Tipo de conexão (cabo, satélite, Wi-Fi, etc).
  • Plano de internet.

Você pode determinar a velocidade da sua Internet com uma ampla variedade de programas existentes na Web. O mais recomendado é o testevelocidade.online, que gera relatórios de upload e download,  carregada y baixada de dados da Internet, bem como o tempo de latência de ping e conexão. Nosso teste de velocidade ou teste de velocidade é gratuito e extremamente confiável.

Como surgiu a internet?

Sendo uma das invenções mais significativas do século XX e que continuará sendo uma das melhores criações da humanidade, a internet é uma ferramenta comum e, em alguns países, um direito pessoal. A internet é um mistério, já que a cada ano seus horizontes se expandem e novas estratégias de navegação são descobertas que, em anos atrás, não teríamos imaginado que elas existissem.

Mas a única coisa que temos certeza é que a internet, felizmente para alguns e infelizmente para outros, é um meio necessário pra a natureza social das pessoas. Nesta pagina, garantiremos que você conheça todas as informações na Internet, além de dicas e usos diferentes para aproveitar ao máximo esta ferramenta.

Durante o ano 1969, seu objetivo inicial era o uso de uma ferramenta mais simples (computador central) para comunicação por meio de uma rede de computadores criada durante a Guerra Fria pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos para manter atualizados os movimentos militares. Norte-americanos.

Em 1973, o Departamento de Defesa dos Estados Unidos desenvolveu os protocolos da Internet (Primeiras indicações do nome) e o Controle de Transmissão dos EUA.

Essas dicas de conexão de redes foram chamadas de ARPANET. No final da década de 1980, foi tomada a iniciativa de usar a ARPANET não apenas para benefícios militares, mas também para a ciência e outras áreas. Na Europa, começou a ser usado no final dos anos 80 para termos estritamente universitários e acadêmicos.

Já em 89, a Internet se expandiu para o que sabemos hoje, o termo World Wide Web (www) é criado para o Conselho Europeu de Pesquisa Nuclear.

Vantagens da Internet

O alcance global da Internet permitiu o acesso a uma grande quantidade de informações, não há mais limitações em termos de educação, como havia algumas décadas atrás, nas quais dependiam apenas de livros e aulas. A internet contribuiu muito para o entretenimento e até para a criação de novas carreiras e empregos nas universidades.

Velocidade de comunicação para carregar e baixar informações

As novas maneiras de interagir com esse meio aumentam ao longo dos anos, e é isso que, ao comparar a velocidade de conexão e navegação, é muito mais rápido do que cinco anos atrás. Isso também se deve a fatores externos, como novas reformas de satélites, dispositivos de maior qualidade e o desenvolvimento tecnológico de cada país.

Uma boa velocidade de comunicação mudou a dinâmica em termos de comunicação, passando do correio para email ou de telegramas para videochamadas, mesmo de programas para aplicativos móveis, por exemplo.

Acesso de alta velocidade a vários conteúdos

A internet oferece várias páginas com diferentes conteúdos: notícias, humor, jogos, vídeos, engenharia, matemática, ciências, entre outros. Esse conteúdo expande a educação on-line e permite que os navegadores escolham o que desejam aprender com base em seus interesses e não se limitem apenas ao conteúdo predefinido.

Conteúdo próprio e original

Com a magia da Internet, você pode enviar suas opiniões e conhecimentos sobre qualquer tópico. Você pode criar seu próprio conteúdo através de várias plataformas: Criação de blogs (Bloggers), Histórias no Instagram, vídeos no Youtube ou Tik Tok, entre outros.

Processos simplificados

A Internet se tornou uma fonte estável de trabalho, na qual os negócios podem ser feitos com toda a segurança possível na maioria dos casos. A Internet melhorou substancialmente os processos tediosos que exigiam nossa concentração máxima, como compras on-line, realização de negócios, conferências, contratação remota de funcionários e gerenciamento de estatísticas e qualquer informação de uma empresa na nuvem.

Desvantagens da Internet

Violação de privacidade

Há uma grande parte nos aplicativos que solicitam informações pessoais do usuário para otimizar as configurações deste app (aplicativo). Esse tipo de aplicativo pode vender essas informações sem nenhuma autorização do usuário, violando o protocolo de segurança e privacidade da rede.

Golpes digitais

Com a invenção da Internet, também foram criadas novas formas de fraude, como phishing (e-mails que parecem genuínos para roubar informações confidenciais), fraudes de vendedores a compradores, hacks, roubos on-line etc.

Assédio online

Uma das desvantagens que mais ecoam na Internet é o bullying ou o CyberBullying, uma prática na qual são expostas informações pessoais, insultos e ameaças que servem ao propósito de prejudicar outra pessoa. Embora seja uma prática que é freqüentada mais do que qualquer coisa em jovens estudantes, qualquer pessoa é suscetível a sofrer com esse tipo de bullying.

O assédio online pode ser um crime que pode ser seriamente punido pela promotoria, além de causar danos mentais graves (incluindo suicídio) àqueles que o sofrem.

Amarelecimento

Geralmente, são criadas notícias falsas ou sensacionais para criar pânico e histeria nos usuários. Infelizmente, com a Internet, é muito mais fácil transmitir esse tipo de informação mais rapidamente, tornando-se viral em poucas horas ou até minutos . Negar sempre as informações será uma opção, mas na maioria dos casos elas não são levadas em consideração ou não causam o mesmo impacto que as notícias.

Tipos de conexões domésticas

Rede telefônica comutada (PSTN):

Esse tipo de sinal é analógico, necessário além de um modem que modula e transforma os sinais digitais que o comando RTB envia para sinais analógicos que o computador deseja enviar para a rede. O modem atuará como um dispositivo de ligação entre a rede e o computador.

Uma das vantagens dessa conexão é que ela não precisa de nenhuma estrutura ou elemento adicional pra funcionar. No entanto, possui diversas desvantagens, como uma conexão muito mais lenta, nos testes de velocidade não excede 56 Mbps, conexões intermitentes, além de não poder suportar ligação e dados simultâneos.

Rede Digital de Serviços Integrados (ISDN):

É uma rede de linhas telefônicas que, diferentemente do RTC, seu sinal é digital em vez de analógico. Para sua operação, ele não precisa de um modem, mas de um adaptador de rede, que cumpre a função de transformar sinais de computador em sinais digitais que podem ser transmitidos pela rede. Fisicamente, você precisa de uma série de cabos UTF e conectores RJ-45, portanto, não é possível usar uma infraestrutura telefônica básica.

Sua principal vantagem é o uso de vários canais, como falar ao telefone e outro para transmitir dados, não era muito famoso, pois logo depois foram criadas soluções mais vantajosas. Em testes ou testes de velocidade, são obtidas velocidades muito baixas, abaixo de 1 Mbps.

Rede digital ADSL:

A linha de assinante digital assimétrica (ADSL) é um sistema de sinal de rede que aumenta os sinais juntos, passando por uma linha telefônica. Isso é realizado através de canais separados em uma linha telefônica padrão:

  • 2 canais de alta velocidade, um recebendo e outro transmitindo vários dados.
  • O terceiro canal para se comunicar normalmente por voz.

Conexão por cabo:

É utilizado por meio de um cabo de fibra óptica que emite luz em vez de sinais elétricos, transmitindo dados entre os nós. A partir desse nó até a casa do usuário, é usado um cabo coaxial que permite que o serviço da Internet seja oferecido a várias pessoas ou dispositivos.

A velocidade da conexão dependerá do número de usuários conectados à mesma rede. Resultados muito bons são obtidos nos resultados dos testes ou da velocidade da conexão à Internet por fibra ótica. Em média, eles têm cerca de 100 Mbps, mas atingem 1000 Mbps.

Conexão via satélite:

Atualmente, várias empresas de grande porte usam esse tipo de conexão com a Internet. Conteúdos e arquivos podem ser distribuídos entre diferentes ramos sem os problemas típicos das conexões terrestres tradicionais. É uma das conexões mais rápidas e atinge 3000Mbps.

Para esta conexão via satélite, você geralmente precisa de:

  • Satélites híbridos e telefone.
  • Instale uma antena parabólica digital.
  • Acesso discado à Internet para modem, PSTN, ISDN, ADSL ou cabo
  • Uma placa receptora para PC.
  • Software específico.
  • Inscreva-se em um provedor de satélite.

Redes sem fio:

A rede sem fio não requer um dispositivo ou cabo externo para enviar e receber sinais de luz infravermelha com ondas de rádio e, assim, transmitir informações da rede. A tecnologia sem fio foi criada para suplantar a rede LAN local que precisa da conexão de um roteador para transmitir as informações.

Ao usar ondas de rádio, elas trabalham com frequências des-normalizadas que, dependendo de sua frequência, medem a velocidade e a conexão no momento em que navegam na rede. Sem impedimentos, uma conexão sem fio pode atingir um raio de 100 a 300 metros.

Tipos de conexões móveis

GPRS:

Entre as tecnologias de conexão usadas em dispositivos móveis, a banda G (GPRS) sugere a menor velocidade de conexão. Aparece em locais com pouco sinal ou cobertura, como porões, garagens, pátios fechados, entre outros. Geralmente aparece através de uma parte superior icônica do telefone 2.5G ou 2G (Segunda Geração).

EDGE:

A conexão EDGE (EGPRS) é ideal quando apenas navegando em aplicativos que não exigem uma grande quantidade de dados e, assim, conservam a bateria do dispositivo. O ícone para esta conexão geralmente aparece com a letra E, uma versão muito melhorada do GRPS. Nos testes de velocidade de conexão, você obtém resultados muito baixos, levando de 1 a 2 minutos para carregar uma página convencional.

3G:

Na época, era uma das conexões de Internet de alta velocidade. A tecnologia de terceira geração (3G) permite a navegação em várias páginas, além de downloads a uma velocidade de conexão decente. Embora não seja um dos mais eficientes de hoje, ainda é usado fielmente por vários usuários.

HSPA / 3G +:

Essa conexão é reconhecida pela letra H e excede velocidades de até 384 Kbps.

HSPA +:

É uma conexão bastante estável, com altas velocidades de download para arquivos bastante grandes.

4G:

É a mais rápida tecnologia de download e upload, também conhecida como LTE ou tecnologia de quarta geração. Sua velocidade de download é de 10,0 Mbps e 50 Mbps de upload.

Rede de tecnologia WIFI

Sem fio ou inalámbrica em espanhol, a conexão WIFI oferece transmissão de dados para a rede usando frequências de rádio e infravermelho. Permite um sinal de faixa de alcance que, dependendo da sua localização, pode exceder 150 metros.

Vantagens:

  • Não são necessários cabos para sua operação.
  • Por ter uma faixa de conexão bastante ampla, permite o conforto que as redes com fio não oferecem e tudo o que está no ponto de conexão pode entrar na rede.
  • Você pode escolher entre uma conexão gratuita ou uma senha.
  • Vários computadores podem ser conectados.
  • Redes WIFI podem ser obtidas em qualquer lugar do mundo.

Desvantagens:

  • Dependendo da localização, o sinal pode ser interrompido e sua conexão pode falhar.
  • Facilita hackers e vários crimes digitais.
  • Não suporta Bluetooth e outras conexões.
  • Seu consumo de energia é bastante alto.
  • A rede WIFI geralmente possui uma velocidade de navegação muito menor do que outras conexões, isso porque é mais suscetível a interferências e perda de sinal.

Tabela de Conteúdos